sábado, 19 de Abril de 2014

sábado, 12 de Abril de 2014

Reciclagem: Floreira de varanda em altura

Aproveitando o bom tempo do fim-semana cá em casa metemos mãos à obra e acabar a floreira.

Durante a semana eu já tinha ido pintando às prestações as ripas de madeira que iriam servir para travar os vasos em cada prateleira.


Cá em casa somos fãs incondicionais da CIN, em todas as variedades. 
Esta para madeiras uso à anos, fácil de limpar as zonas pintadas, basta lixar e voltar a pintar para ficar tudo como novo sem deixar qualquer marca ou mancha.
Uma tinta muito prática.

O marido cortou os pés e acertou com o piso, uma vez que um lado da estante ia assentar numa parte mais alta.



Depois foi medir e pregar as ripas que vão evitar que os vasos caiam em dias de vento.



O resultado final já depois de presa à parede.




Agora estão reunidas todas as condições para começar a semear novamente! 
Espaço em altura não me falta, sem ocupar o chão e possibilitar uma limpeza rápida da varanda (sem andar a afastar vasos como passava o tempo todo a fazer).

Missão cumprida!

terça-feira, 8 de Abril de 2014

A "Milla"

Não querendo quebrar a tradição dos "M" cá de casa, tendo já gatas chamadas de Matilde, Mafalda e Margarida... apresento-vos finalmente a Milla.



Em honra desta Milla. :)

Grandes fãs cá em casa Milla!

domingo, 6 de Abril de 2014

Keep it simple






E o resultado final de uma semana de pesquisa, escolher material, testes e umas boas horinhas de trabalho.
Os convites para o batizado do Rodrigo estão prontos.

Agora faltam as lembranças... a luta continua meus senhores!

terça-feira, 1 de Abril de 2014

Para o bebé mais lindo

Pedido de última hora que acabou em oferta aqui da tia da margem norte do Tejo.

Esta semana ando de volta dos convites de batismo do menino Rodrigo.




domingo, 30 de Março de 2014

Trabalho em stand-by... que vai dar asneira


Ok, este é o meu trabalho em mãos que está a ser atrasado devido às condições atmosféricas.
Se pioraram vai dar asneira porque aquilo vai cair tudo ao chão e depois posso cultivar diretamente na varanda, situação que acredito que o marido não acharia muito piada (ter que passar pela salsa e hortelã e desviar-se do cactos quando fosse pendurar a roupa no estenda).
Vai ser a reciclagem de uma velha estante do escritório numa floreira vertical.

Um dia... quando parar de chover!

segunda-feira, 24 de Março de 2014

Dica: Ideias novas

Trabalhos manuais para todos os gostos e desafios, com passo-a-passo e ideias espetaculares (eu já levo ali uma lista de alguns trabalhos que quero fazer de certezinha absoluta).
Registem-se em

http://www.favecrafts.com/