sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

Parece que pegou moda

É sempre assim, quando faço algo que até nem gosto assim tanto é quando os outros gostam mais. Quando eu fico mais na dúvida se aquilo que faço será vendável é quando vende e tenho mais encomendas.

Assim foi com este cachecol, teve uma longa duração de vida nas minhas mãos enquanto ia decidindo como o iria fazer e depois desapareceu mal o mostrei. Ainda bem.

Hoje seguiu este, uma encomenda que foi directa para Barcelos.

Outro já está encomendado, preto e vermelho.
É o que já tinha dito, isto é uma conspiração contra mim, só vermelho, preto e roxo e não passa disto

3 comentários:

Sílvia disse...

Está simplesmente LINDO! A sério, ficou ainda mais bonito do que aquilo que estava a imaginar... Agora o difícil será decidir se o vou oferecer ou ficar com ele para mim :)

Márcia Padilha disse...

TEM DIAS....

Tem dias em que precisamos chorar, deixar fluir em lágrimas a dor que nos comprime o coração... assim, as emoções contidas se dissipam e a alma, lavada, mais leve, pode sorrir de novo...

Tem dias em que precisamos lutar, deixar pra trás nossas angústias e medos e enfrentarmos a batalha da vida... sem contudo, esquecer, que a vida é feita de muitas batalhas e que, vitorioso não é aquele que vence todas as batalhas a qualquer preço, mas o que sabe reerguer-se, com honra, após a derrota e que sabe lutar com respeito ao seu adversário...

Tem dias em que precisamos sorrir, extravasar alegria, expandir o espírito sem medo de ser feliz... porém, nem só de sorrisos é feita a vida, e há que se saber conter o riso, mantendo a serenidade em todos os momentos que atravessamos...

Tem dias que precisamos amar de forma profunda, de um jeito sem jeito, entregando o coração... entretanto, saber amar e se amar faz-se necessário, do contrário, confundiremos amor e egoísmo e sofreremos as angústias decorrentes de nossa falta de amor próprio, ante os inevitáveis afastamentos dos objetos do nosso amor... o verdadeiro amor liberta, nada pede, tudo doa sem nada esperar em troca...

Tem dias que precisamos pensar, escrever, expor idéias, dialogar... mas é preciso saber calar e ouvir, para que aprendamos a conviver com nosso semelhante e respeitar seu direito à liberdade de pensamento...

Tem dias que precisamos ter fé, buscar essa força extra que nos redime, nos encoraje, nos dê força para suportar as dificuldades da vida... sem ela, seremos vulneráveis as intempéries, as dificuldades e as pedras do caminho, necessárias ao nosso aprimoramento moral...

Tem dias em que precisamos ser consolados, buscamos um abraço amigo, um afago, uma palavra de carinho... se a encontramos braços que nos abracem, mãos que nos afaguem, que sejamos nós os que abracem e afaguem a outros que, como nós, buscam essas energias curadoras...

Todo dia Deus nos lembra que somos necessários a tantos quantos precisem do mesmo que nós.


TENHA UMA SEMANA ILUMINADA!!!

Catarina disse...

Olá Gabriela, gosto muito do cachecol, e a cor é muito gira. Por acaso tenho uma lã que não sabia o que fazer com ela e num cachecol deve ficar girissima. Criei um blog à dias, graças à minha amiga Cláudia, do blog "Num dia de Março". Já conheço o teu há algum tempo e gosto muito de todos os trabalhos que fazes. Gostava que desses uma espreitadela no meu blog "Artes da Cati" para ficares a conhecer aquilo que faço.
Beijinhos, Catarina