quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

O segundo da escolha

Há uns dias perguntaram-me como é que eu fazia cachecois tão diferentes, em que revistas ia buscar os esquemas...
É raro eu utilizar esquemas de revistas, muito menos seguir estritamente o que lá vem. Muitos dos cachecois que vou fazendo têm como inspiração livros de pontos de croché, neste momento ando a apreciar aos pouquinhos um com mais de 300 pontos que tirei da net.
Simplesmente adapto e a maior parte das vezes até saem minimamente aceitáveis.



Este foi o segundo que fiz para a encomenda que me fizeram. Este fim-semana já segue para escolha e só um dos 2 voltará.

quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

Os gatos e os ratos

Hoje tirei o dia para nos intervalos do trabalho (enquanto espero que as imagens sejam inseridas na base de dados com que funcionamos aqui) dar uma lufada de ar fresco aqui no blog.
Já esta semana tinha dado no meu pessoal e como são sempre sequênciais até me andava a sentir mal se este também não fica-se um pouco diferente. Daqui a uns tempos, consoante o humor, muda-se outra vez.

Aproveitei e comecei a dar uma arrumação nos arquivos de material que tenho aqui no pc, uma verdadeira bagunça e encontrei estes bonecos que acho que estão um máximo.
Os ficheiros não estão muito legíveis mas dá uma ideia de como montar.




Quem diria, os gatos com os ratos! hehehe

70.000 já!!

O contador corre e eu sem ter feito nada de jeito neste últimos tempos!!!

Mas não queria deixar passar a ocasião.

Assim para a primeira menina que me mandar um print-screen com o contador de visitas nos 70.000 para

cantinhosmiaus@yahoo.com


Ganha um conjunto de pulseira e anel em massa de modelar.


Actualização
Enquanto o contador não chega este post vai ficar sempre em primeiro... só para relembrar! hehehe

terça-feira, 29 de janeiro de 2008

Como vai a bolsa da Francisca?

Devagarinho mas colorido! Faltam apenas os bonequinhos.

Para a mãmã Sílvia matar a curiosidade da bolsa para a sua menina traquinas. Aqui estão as cores que escolhi e sempre vou meter os Zé Gotinhas (já estão cortados e alinhavados).


Com esta bolsa fez-se-me luz do meu novo expositor de brincos. Algo que já andava a matutar à muito tempo e ainda não tinha descortinado o que fazer. Queria algo de fácil transporte (isso exclui o actual placard e que é xapa-4), que protege-se o material, que fosse de fácil e elegante apresentação quando alguém me pedisse para ver e estivesse sempre ali arrumadinho e pronto a mostrar. Pois é e eu já descobri o que fazer.
Agora é só meter mãos à obra.

segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

Agora com direito a escolha

Como sempre "pediram-me" um cachecol que tivesse as cores castanho e creme conjugadas.
O modelo era o que eu quisesse.

Como não me consegui decidir pelo qual gostava mais acabei por fazer 2.
Este foi o primeiro que acabei...

O outro está quase no fim.

quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

Com que me vou entretendo


Descobri estas contas de porcelana lá em casa num pacotinho, bem escondido num fundo da minha mala de material.
E num "vaipe" montei este chaveiro e acabei com elas num instante.

quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

Mais um...

A Isabel não me dá descanso, Respondendo ao desafio:

O que te choca: a falta de humanidade;

O que te arrepia: fruta verde (hehehe);

O que te excita: um corpo de um homem bem feito... ando a ganhar um fetiche por rabos;

O que te solta: apetecer-me rir e estar entre pessoas amigas;

O que te faz rir: quase tudo, ando sempre de sorriso bem rasgado.

O que te faz chorar: atrocidades com os animais ( com humanos não me choca tanto), ser contrariada ao máximo, lutar e não conseguir atingir... estar doente;

O que te faz náuseas: arroz de polvo, gente estúpida e invejosa ( e infelizmente conheci algumas);

O que te faz falta para seres feliz: ter filhos;

O que te traz infelicidade: a doença;

O que te magoa: a inveja, o cinismo;

O que desejas: seguir o meu destino e fazer tudo aquilo para o qual estou destinada;

O que receias: "ver quem amo sofrer e não poder fazer nada" faço minhas as palavras da Isabel (adorei a tua frase);

O que não queres perder: a minha auto-estima;

O que queres alçancar: tudo a que tenho direito;

Uma data que abomines: Natal;

Uma festividade: dia das bruxas (opá, ficou-me marcado o último, foi muito fixe!);

Uma qualidade que aprecies nas pessoas: sinceridade;

Uma característica que abomines nas pessoas: ui tantas, mas principalmente a inveja e o cinismo;

Uma nostalgia: estar longe dos meus pais, se pudesse comprava para eles um apartamento aqui no meu prédio;


Desafio todas as que desafiei no anterior.

domingo, 20 de janeiro de 2008

100 fotos depois

Mais uma vez comprovei que não sei tirar fotos a nada que seja preto.
Acho que me falta algum tacto para este tipo de fotografias. Mesmo assim, de todas escolhi estas que considero serem as que ficaram minimamente aceitáveis.

Esta é a mala que tenho trazido em mãos desde Novembro. Foi uma encomenda de uma colega.
Fiz a partir de um modelo que vi na net já há imenso tempo.

Com alterações claro!

Conclusão é feita em napa e tecido. REVERSÍVEL.
Quadrados de 6cm X 6cm de napa cosidos a tecido antes de serem unidos. Ao todo 49 quadrados unidos com linha brilhante preta de modo que a mala possa ser utilizada dos 2 lados.


Este é o lado em napa.

As alças foram feitas em mangueira, forradas a napa. Bem grandes, afinal são para uma futura mãmã que vai ter imensas coisas para trazer lá e tinha que ser algo bem fácil de meter ao ombro.



Este é o lado em tecido preto brilhante.

Com 2 bolsas com aba e que fecham com mola de pressão, de modo que quando estejam do lado de fora não abram.

E prontos, ao vivo é mais bonita...

Ah, fecha do mesmo modo dos dois lados. Tem um botão no topo e uma alcinha e dá para fechar independentemente do lado que esteja.

O tamanho dela são 27 cm de altura por 33 cm de largura. Mas ela estica por isso pode ficar maior.

sábado, 19 de janeiro de 2008

Desafio n.º5989

Fui desafiada pela Isabel a preencher o seguinte inquérito:

A minha maior felicidade é
poder fazer o que gosto e estar perto de quem gosto. Porque pode vir o maior azar do mundo se tivermos felizes com nós próprios e com os que nos rodeiam tudo se supera.

O meu pior pesadelo foi sonhar com a morte do meu irmão. Penso muito sobre isso, imagino como me sentiria se os que estão em meu redor partissem, mas pensar na morte do meu irmão leva-me à loucura. Talvez por a minha mãe ter perdido o irmão dela, não sei.

O meu objectivo é agora, viver cada dia como se fosse o último, fiel a mim mesma e aos meus sentimentos. Já vivi longe disso e sei o quão frustrante e desesperante pode ser a nossa vida.

Um sonho que realizei foi ... não foi casar-me, porque nunca tinha pensado em casar. Muito pelo contrário. Mas foi encontrar alguém que estivesse no mesmo pé que eu, sim porque com o mau feitio que tenho tinha que ser alguém com muito estofo. Então quer dizer assim que nos encontramos, porque ele também tem muito mau feitio. E como diz a minha mãe :"nem que andem à porrada, desde que corra tudo bem e se entendam".

A minha maior derrota seria não poder ser quem sou. E tal como a Isabel, chegar ao fim da minha vida e perceber que não fiz algo porque me acomodei ou tive medo.

A melhor palavra dita é é a decisão, sincera. É aquela que nos define o que somos e o que fazemos. Eu sou o que sou e contra isso nada poderá ser feito.

A pior palavra para se ouvir é a da inveja, da maldade. Aquela que tem intenções apenas e somente nos ferir.

Um mundo melhor seria sermos todos como as crianças e vivermos o mundo como as crianças.

Uma pessoa especial é é aquela que nos ama, nos protege, nos coloca acima de tudo e é também aquela que nós amamos, protegemos e defendemos acima de tudo na terra.


Resumo a amizade como os elos que nos ligam a pessoas que nos tocam o coração. Pessoas com que nos identificamos.

Resumo a falsidade como algo que existe em demais neste mundo. Falsidade é também os que não querem ouvir a verdade por terem interesses.

Deus é ... o meu anjo da guarda é, quem me tem protegido ao longo destes anos todos. E que por incrível que pareceu eu acredito do fundo do coração que sei quem é, alguém que me deixou em pequena mas que me acompanha em espírito estes anos todos e vela pela minha felicidade, segurança, por tudo.

Eu diria a alguém triste... eu não diria, eu daria um grande abraço. Porque mais vale um sentimento de carinho que mil palavras.

Eu sou eu e tudo o que me rodeia e sou feliz. Isso para mim basta!

Espero ter ficado ao nível do desafio proposto, agora como mandam as regras tenho que escolher 7 pessoas para seguirem a corrente:

Cláudia - Blog Dy-Art
Silvia - Blog Um que são Três
Ana - Blog Anitsi
Carla - Blog Redflower
Tânia - Blog Rosa's & Massas
Bere - Blog Croché de Gancho
Nela - Blog As minhas coisas

sexta-feira, 18 de janeiro de 2008

Novidades

Finalmente, sim, finalmente!

Acabei a mala que trazia em mãos, mais uma encomenda em que foi tudo a meu gosto... e andou imenso tempo até eu conseguir "atinar" com aquilo. Emperrava sempre em alguma coisa como se costuma dizer "se não era da calças era do cú".

Agora tenho em lista para ai uma dezena de pequenas encomendas para dar conta o mais rápido possível.

Esta é uma delas:

Esta pregadeira vai ser para oferecer, é para uma colega minha que me pediu algo para prender as novas camisolas dela em lã... todas tipo "mula sem cabeça". Como eu gostava de arranjar um bocadinho e fazer uma também para mim.

Agora vou andar uns tempos de volta de coisas para bébé, uma colega minha já está em vias de ter a cria e eu quero mandar uns mimos para a minha sobrinha virtual.

segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

Ele há dias do caraças

Mas não.

Em vez de estar sossegadinha a fazer uns alongamentos, flexões e abdominais à imaginação, não...

Estou ali a cozer meias! Lá haverá coisa mais atrofiante??

sexta-feira, 11 de janeiro de 2008

"Ode ao gato"

Os animais foram
inacabados,
longos de cauda, tristes
de cabeça.
pouco a pouco foram-se
formando,
tornando-se paisagem,
adquirindo sinais, graça, voo.
O gato,
só o gato
apareceu completo e orgulhoso:
nasceu completamente terminado,
anda sozinho e sabe o que quer."


by Pablo Neruda

Não fugi nem nada que conste, simplesmente ando por aqui. Não tenho nada feito recentemente... simplesmente um projecto novo e daqueles que dão "panos para mangas".

Quanto à Ode de cima digo que é enorme, meti apenas um excerto, podem ler o resto aqui.
É algo que me acompanha há uns anos e que leio frequentemente.

Por aqui está tudo calmo e os gatos estão bem de saúde e de momento é tudo o que se quer e se deseja para o futuro.

Beijos a todas, bem grande às que se preocupam com a minha ausência.

terça-feira, 8 de janeiro de 2008

Gatos pintados


Olhem se eu fizesse isto à minha Mafalda? Não era que às vezes não as merece-se... heehhe



E o Ruca assim todo "tigreso" nas cores de rosa pastilha e verde flurescente??



Estas imagens lindas recebi hoje no grupo Crochetar a que pertenço.

segunda-feira, 7 de janeiro de 2008

onde eu gastei as pérolas


Pois é Cláudia, foi aqui que gastei as peças que tinha guardadas para te fazer uma prenda.

Este fim-semana depois de muito matutar lá me lembrei que eram estas. Prometo que vou recompensar da melhor maneira.
Mas até ficou gira...

Agora entrei numa de pulseiras!

domingo, 6 de janeiro de 2008

A começar // a recomeçar

Esta semana a Carla disse-me algo que me fez pensar, eu tenho mesmo que me orientar!

E quero começar 2008 a fazer todas as coisas que não fiz em 2007 por não ter tido tempo, assim encostadinha à lareira mais os gatos nasceram estes brincos...



O ano passada uma amiga trouxe-me estas pecinhas de âmbar de um país longínquo onde ela esteve a passar férias e disse-me "Inventa o que quiseres com elas!"

Assim foi.


Já na lojinha para venda.

quarta-feira, 2 de janeiro de 2008

Mais uma caixinha


Esta foi prenda para a minha colega de trabalho, a condizer com a casinha dela...
Neste momento está a servir de caixa de cápsulas Nespresso, ela diz que parece que eu adivinho! Acentou que nem uma luva na sua nova função.

Pintada à mão e aplicação de decoupage.

terça-feira, 1 de janeiro de 2008

2008 aqui estamos nós!!

Cheia de força e vontade de fazer mais e muito mais!
E conhecer muito mais gente!
Inventar muito mais!

Que 2008 seja um grande ano para todos nós!!


Acabei o ano riscando algumas coisas da lista "quero fazer" e empreguei em prendas de Natal.



Este manequim foi prenda para a minha sogra, ela andava a namorar um já há séculos e realmente fazia-lhe jeito! Eu já tinha dito que a minha sogra também faz bijuteria? Pois é, tem uma quantidade infindável de fios e brincos feitos por ela, estou bem entregue.

O manequim foi pintado à mão, depois na saia apliquei decoupage, glitters nas rosas e finalizei com um cinto em organza e fita de cetim.
Muito simples, porque eu cá quando começo de volta de algo novo tem que ser bem devagarinho.