quinta-feira, 31 de julho de 2008

Nós somos um todo

Descobri este documentário hoje, apenas consegui ver metade, mas a verdade contida nele fez-me cravar no coração um sentimento de tristeza, impotência... como se aquilo que eu fizesse não chega-se para combater a crueldade.



"EARTHLINGS is a feature length documentary about humanity's absolute dependence on animals (for pets, food, clothing, entertainment, and scientific research) but also illustrates our complete disrespect for these so-called "non-human providers." The film is narrated by Academy Award nominee Joaquin Phoenix (GLADIATOR) and features music by the critically acclaimed platinum artist Moby. With an in-depth study into pet stores, puppy mills and animals shelters, as well as factory farms, the leather and fur trades, sports and entertainment industries, and finally the medical and scientific profession, EARTHLINGS uses hidden cameras and never before seen footage to chronicle the day-to-day practices of some of the largest industries in the world, all of which rely entirely on animals for profit. Powerful, informative and thought-provoking, EARTHLINGS is by far the most comprehensive documentary ever produced on the correlation between nature, animals, and human economic interests. There are many worthy animal rights films available, but this one transcends the setting. EARTHLINGS cries to be seen. Highly recommended! Other languages and download at: http://veg-tv.info/Earthlings"

Vale a pena ver! Afinal somos os 3 elementos deste planeta: Natureza, Animais e Humanidade.

Não poderiamos nós viver em harmonia?

começando a aumentar o stock

Nos últimos tempos apesar de ter sido muito discretamente vendi grande parte das coisas que tinha, tanto mais antigas como mais recentes e fiquei numa situação de quase escasses de material pronto... tipo uma ruptura de stock. É triste!
Então depois de uma super organização ao meu atelier (acho que lhe posso chamar disso uma vez que ocupa mais de metade do escritório lá de casa) comecei a trabalhar as peças que tenho feitas e já com ideias esquematizadas mas que por preguiça fui arrastando.

Assim começam a nascer novas pulseiras...

quarta-feira, 30 de julho de 2008

A tentar voltar à normalidade

Apesar da confusão de gatos lá por casa, marido engessado e a trepar paredes por estar há mais de 2 meses em casa e o meu regresso ao trabalho depois de 15 dias a vegetar (dormir, comer e ver tv) vou aos poucos orientando de novo os meus trabalhos.

Aqui fica a segunda parte da encomenda da minha amiga Cláudia, espero que a aniversariante goste.


Agora as coisas correm bem devagar por aqui, o meu trabalho tem-me enchido as medidas e a paciência esgota-se aos bocados. Tenho andado a tomar decisões bastante significativas para o meu futuro e a ver vamos o que se vai alterar.
Para além daquilo tudo que já faço junta-se o part-time prazenteiro no Clube de Campismo lá da Marinha Grande e que nos próximos dias me vai ocupar ainda mais as minhas poucas horas livres, mas quando queremos algo há que lutar e não me posso queixar de não estar a conseguir alcançar... devagarinho mas lá vou chegando.

terça-feira, 29 de julho de 2008

Troca-se gatos e marido por material

Trocam-se 5 gatinhos muito amorosos!
Bem tratadinhos e sem pulgas. Vai incluído no pacote o tratador, apesar de engessado pode exercer sem qualquer problema todas as tarefas relativas aos bixos.

Aceito para troca sacos de caricas, restos de tecidos ou qualquer coisa que o valha.



Prometo meter fotos do que tenho feito brevemente, assim que a canalha me largue a perna e me deixe ter uns minutos de sossego em casa.

quarta-feira, 23 de julho de 2008

Queimando neurónios

O meu pai tem uma maneira muito maquiavélica de me dizer as coisas com sinceridade, mete o seu sorriso de anjo (até parece que ganha asas e tudo!) e diz-me com voz de compaixão:

"- Nas coisas que tu te metes, achas que vais conseguir desenrascar-te?"

Isto traduzido ele estaria basicamente a mangar comigo e dizer que eu só me meto em imbróglios e cenas maradas e que nunca mais ganho juízo...

Ele disse isto novamente no fim-semana passado, enquanto me via afundada em desenhos e experiências de pontos... desde croché a tricot e fita, muita fita.
Mas, como sempre e nisso saiu a ele, desenrasco-me que é uma maravilha e saiu isto:

A minha primeira mala em croché feita exclusivamente em fita de cetim. Como sempre as minhas fotos de coisas pretas são uma porcaria mas enfim.
Levou 20 metro de fita larga de cetim preto, croché feito só com os dedos para ficar bem largo e a fita ter espaço para abrir e brilhar.

Como está bem larga, dá para moldar mais que uma forma (como a de cima) e tenho-me divertido imenso com isso. Passei imenso tempo a esticá-la e encolher.


Tem um forro em tecido brilhante mas forte (foi preciso fazer 3 forros para acertar num para ali, porque experimentei forros duplos, com placas de EVA para dar forma...) mas acabei por meter um só forro com fecho preto e uma corrente bem grossa como alça presa nas pontas em fita de cetim mais estreita.

E isto tudo foi encomenda desta menina aqui. Ela agora vai completá-la com o pormenor final e assim vai ter a sua bolsa "onde não cabe nada", eu até nisto falhei porque nesta ainda cabe muita coisa, para levar a um casamento.

sábado, 19 de julho de 2008

Malas... de novo

Esta andava ali semi-feita, semi-pensada na minha mesa de trabalho. Finalmente descorreu-me algo de como a acabar e ficou assim.



Uma malinha de mão pequena, em croché por fora e interior com forro duplo para não se verem as costuras.
Alças em tecido da mesma cor do forro, 2 bolsas interiores, fecha com mola de pressão e de fora uma flor em croché com botão.
Acho-a simplesmente "coquete" e muito prática.

sexta-feira, 18 de julho de 2008

A trabalhar, que julgam!

Venho aqui esclarecer que ainda não foi desta que me dediquei 100% ao ócio e me rendi à televisão... mas já faltou mais.
Depois de uns dias a dormir e ver tv finalmente ganhei as forças perdidas e retomei aos meus trabalhos e encomendas já tenho que me baste para o final das férias.

Estas foram pedidas por uma cliente já da casa. Espero que ela goste, não são propriamente como ela pediu mas enfim, eu sou assim que se há-de fazer!


Mas acho que também acho que só falhei um pouco nesta última, na amarela. Aquelas borboletas rosa e flores vermelhas e brancas não haviam de andar por ali, mas eu gostei tanto do guardanapo que comprei uma caixa de 20 deles.

quarta-feira, 16 de julho de 2008

A restabelecer a rotina

Isto tem andado aqui agitado por casa.

O meu Noddy foi castrado esta semana e eu ia morrendo de saudades dele... teve 1 dia e meio no vet. Fogo!!


Aqui está ele numa foto tirada agorinha mesmo, fui interromper a soneca dele.
Todo remeloso mas feliz por estar de novo em casa.

Eu já tinha dito que a excelência tem um quarto só para ele? Há pois, 2 caminhas à sua disposição e ele dorme na que lhe apetecer mais.

sábado, 12 de julho de 2008

Finalmente de férias

Ufa, estava a ver que nunca mais chegavam.
Vou dormir muito, ver muita tv, se fizer bom tempo vou fazer uma praiazinha e ver se meto a mão nos meus artesanatos e faço mais umas coisas de jeito.

Enquanto eu vou ali dormir um bocadinho, aqui fica uma receita de pulseira de pé em macramé. Uma técnica que eu adoro mas só sei mesmo os pontos principais :)

Mais um prémio e desafio junto



Foi a minha amiga Cléo que me premiou e junto veio o desafio:
- consiste em fazer uma pequena biografia com nosso nome e depois repassá-lo para mais algumas amigas.

Gulosa - não de qualquer tipo de doce, bolos é a minha paixão. Com creme, chocolate, massa folhada, todinhos!!
Alegre- normalmente sou uma rapariga bem disposta, sorriso nos lábios é coisa que não recuso com quem me cruzo na rua.
Brincalhona - sempre que o estado de espírito permita levo tudo na brincadeira. A vida é curta demais. Mas nem sempre se consegue ver a vida assim e nessas alturas é preciso lutar para dar a volta por cima.
Resmungona - todos os dias, todas as horas... até dormindo! Principalmente com o patrão e marido.
Imaginativa - passo a vida inventado.
Elegante - Neste momento estou para lá de elegante, magrinha...magrinha
Lutadora - Nunca teria chegado onde cheguei na minha vida sem muita luta, muita lágrima, muita preocupação embalado no coração.
Amável - Cordial, simpática, sempre de sorriso no rosto e escondo bem os meus problemas. Quem me conhece é o que diz.

Passo a quem quiser. Aproveitei para falar de mim mais um pouco e me dar a conhecer mais um pouco.

sexta-feira, 11 de julho de 2008

A última, em azul


Como a caixinha de menina que mostrei há uns dias, esta acho que ficou igualmente amorosa.
Só me dá vontade fazer uma remessa delas para bebés... parece que pelos vistos vou ser agora madrinha virtual de um menino. Vamos aguardar por notícias, se for, tenho que começar a meter a mão na massa a fazer prendinhas.

Já que eu não os tenho vou dando aos bebés das mamãs queridas que vou conhecendo.
Beijinho para elas todas.

quinta-feira, 10 de julho de 2008

Uma em vermelho


Numa versão redonda e mais alta.

Acho que nunca disse mas ando a desenvolver um gosto por joaninhas... hummm, perigoso.

quarta-feira, 9 de julho de 2008

aos pouquinhos

Tipo assim nos intervalos dos fins semana vou dando cor às caixas que tenho lá guardadas.

Cortando e recortando desenhos vou montado imagens consoante o que me vai na alma.

Esta já te dona. Mas mais virão, assim bem pequeninas...

segunda-feira, 7 de julho de 2008

Variando a cor e o material

Tenho trazido na mala as agulhas e vários arames, alicates e contas, pérolas e missangas.
Enquanto vou dando comida aos peixes do lago vou-me entretendo e depois não sabia muito bem como montar o que tinha feito.

No fim semana, como a minha mãe ao lado, peguei em tudo e diz-me ela "É desta?" e eu "Tem que ser, tenho que acabar isto!"





Saiu isto.
Em croché de arame rosa escuro, ajustável com fita de organza, pérolas rosa.

Ver se faço brincos a condizer.

domingo, 6 de julho de 2008

Novas versões

Pediram-me um mais simples que o anterior, mais justo a condizer com a pulseira que escolheu.
Saiu-me isto hoje de manhã... almocei bem mais tarde só para o ver prontinho.



Espero que seja aprovado para seguir já amanhã.

Prometo que não meto mais nada nos próximos tempos com este guardanapo, quem abre este blog só vê peças iguais...

sexta-feira, 4 de julho de 2008

O último do conjunto



Colar justo ao pescoço com pérolas e contas forradas a decoupage e envernizadas.
Ajustável.

Como a Andie disse: " quem diz que não há artesanato adequado a cerimónias?!"

quinta-feira, 3 de julho de 2008

À escolha

Finalmente fotos das ditas, as 2 almas gêmeas "falsas" claro!


Uma com fita de cetim castanho mais claro.




Uma com fita de cetim castanho escuro que ao envernizar ficou mesmo escura. Esta tem aplicação de relevo outro.

Vamos ver qual vai ser a feliz contemplada!

quarta-feira, 2 de julho de 2008

Porque tudo tem uma razão

A frustração!

Tudo isto começou com uma encomenda de uma pulseira de madeira, na qual meti as mãos no domingo à tarde... tinha a tarde toda por conta daquilo.

Enquanto a pulseira ia secando, às prestações, eu aproveitei que adoro aquele guardanapo e fui forrando pecinhas e montando mais umas coisas. No final, na parte já de passar o verniz na pulseira, já com as fitas de cetim castanho escuro aplicadas, as fitas ficaram pretas e depois de secas continuam pretas. Raiva!!!

Enquanto a 2.ª tentativa quase que fica pronta, falta só a camada de verniz interior aqui ficam os 2 pares de brincos que fiz a condizer.

Uns par com contas grandes, forradas a decoupage e envernizadas.




Um par mais comprido com o mesmo guardanapo e pequeno coração no final moldado com o arame.




Amanhã mostro o resto do conjunto. Prometo!

terça-feira, 1 de julho de 2008

O que se faz num dia de calor?



Dorme-se, né?

E quando se tem quase 5kg e ano e meio de idade nada melhor que a mesa da cozinha (toda furada das unhas dos meninos na brincadeira).

Assim foi o nosso domingo à tarde...