domingo, 2 de janeiro de 2011

Eu tinha uma bolsa...

Este ano fui obrigada (quase) a comprar uns óculos de sol.
Sempre implicaram comigo por ter olhos claros e não os proteger, fazia confusão a muito boa gente.
Mas há uns tempos, depois de um "quase acidente" contra a traseira de um camião no percurso do trabalho para casa, por me ter encadeado com o sol reconsiderei e no dia seguinte fui efectuar a malfadada compra.
Ora, 10 minutos depois de ter saído da loja com os ditos já não sabia da bolsa que supostamente tinha vindo com eles para os poder guardar (só a mim é que me acontecem destas coisas), tive que improvisar...

3 comentários:

Tita disse...

hum, parece que me estou vendo tb á procura da bolsa. Acontece me muito é com a carteira do dinheiro. mas é que nunca a encontro no fundo da mala... isto pode ser um sinal... bjs e bom ano

Eunice Martins♥ disse...

Olá minha querida!
Desejo que no Ano Novo que se inicia você realmente...
Ouça as palavras que sempre desejou ouvir .
Pronuncie as frases que um dia desejou repetir.
Sinta a emoção que sempre esperou sentir.
Caminhe pelos trilhos que um dia desejou seguir.
Divida o carinho com quem sempre desejou repartir.
Abrace todos os amigos que sempre desejou reunir,
e viva a vida que sempre sonhou existir...

"Feliz 2011"
Beijos com carinho.

Janine Bettencourt disse...

Oh essas bolsas não resultam comigo, mesmo essa que usas para improvisar rapidamente desapareceria nos recônditos da minha mala (eu tenho quase a certeza que lá dentro vive um monstro que me rouba as coisas). Para guardar os óculos tenho uma daquelas caixas grandes, mas na maior parte das vezes enfio-os mesmo a pressa no meio da confusão. já lhes vi uns quantos riscos que não quero aprofundar lol