quinta-feira, 28 de julho de 2011

As minhas asas prontas



Este foi o resultado final de uma loucura a pintar a minha roupa.
Tudo começou com uma t-shirt velha e manchada de lixívia, uma tatuagem que vi e adorei e umas leituras que tenho tido nos últimos meses.

Depois de remediar a t-shirt com uma pintura caseira, arranjei moldes de asas de anjo tal como a que me tinha apaixonado (mas que não tenho coragem de fazer) e adaptei tal e qual as asas das Fadas dos livros que tenho lido.
Para rematar criei esta pregadeira a simular penas e a recriar uma asa.
Hoje após 5 anos de ter a t-shirt estragada no fundo de uma gaveta saiu à rua e que cá dentro sentia que conseguia abrir as minhas asas e saborear o vento!

terça-feira, 26 de julho de 2011

My new wings



Ainda na fase final, quanto estiver pronta eu mostro o resultado e tudo o que esteve envolvido em eu ter dado para andar a pintar roupa.

terça-feira, 19 de julho de 2011

Mala nova pronta

Feita por 2 partes com 1 ano de diferença... e mesmo ao meu gosto.
Com todos aqueles pormenores que me dão gosto em olhar para o resultado final depois de pronto.






Mala de ombro ou mão em croché forrada com cetim creme e tecido creme com flores, bolsa interior com 3 compartimentos, fecha com mola de pressão.
Pregadeira amovível decorada com cetim e pérola.

Brevemente na loja online.

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Ah, rola maldita!

Vejam este vídeo... A minha prole de gatos está a ser educada para ser pacífica e educada, mas juro-vos que essa rola cá em casa não tinha muitos minutos de vida... por ordem minha!

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Repescada

Recentemente publiquei no facebook a minha velhinha pulseira em alfinetes de dama que tenho há anos e a título de sugestão de uma "fã" fiz esta:




Mas soube-me a pouco, acho que vou experimentar fazer também recriando estrelinhas!

sábado, 2 de julho de 2011

Esforço-me demais

Ser responsável por 7 gatos tem dias que dá comigo em doida.
Tipo em dias de limpeza como hoje e em que eles acham que devem brincar a triplicar, saltar a quadriplicar e desarrumar tudo elevado à potência.

Nisto tivemos um sábado assim:

"-Vai limpar vai, que eu só estou aqui a descansar... apesar de saber que precisas de mudar isto de sítio!"


"-Eu não desarrumei nada. Calúnias à minha pessoa!"

"-Não fui eu!"

Assim em vez de levar uma manhã, levei uma manhã mais meia tarde... porque até os tapetes eles me andaram a tirar do sítio.
E dizem por aí bocas que um dia quando tiver filhos é que vou ver o que é uma casa desarrumada, duvido muito que uma braçada de crianças faça tanta porcaria como uma braçada de gatos.