terça-feira, 11 de junho de 2013

Parada no tempo

Parada no tempo e sem saber para onde me virar.
Simplesmente travei a fundo e estanquei na costura, tudo em meu redor é agulhas e linhas, máquina e canelas (este fim-semana até quase umas lágrimas de raiva) e promete continuar.
Para dar uma lufada de ar fresco trouxe esta para casa bem verdinha à espera de inspiração para ganhar asas e passar de uma meada a algo!


Sem comentários: