sábado, 30 de março de 2013

Dia de limpezas

O trabalho acumula ali na mesa da sala, mas hoje tive que tirar parte do dia para limpezas e jardinagem.
A minha mãe sempre me disse que eu gosto de "tocar muitos burros ao mesmo tempo e depois algum fica sempre para trás"... hoje está a ser o meu almoço o burro fugitivo.
São 15h25 e eu ainda sem saber o que vou almoçar!

Tenho as mãos a doer por ter andado a apanhar urtigas no jardim, tenho um cheiro esquisito de uma erva que abunda por aqui e acho que meti o serrote no caixote do lixo quando fui despejar os restos da árvore que podei.

Trolha devia ser o meu nome do meio...

quarta-feira, 27 de março de 2013

Fora de época


Eu sei que estamos na Primavera, mas as minhas luvas já vão a caminho.
Ficam já para o próximo Inverno.

segunda-feira, 25 de março de 2013

Reciclagem no expoente máximo

Ás minhas famosas garrafas de Trinaranjus junta-se uma caixa de fruta mini oferecida, que depois de devidamente lixada e pintada, o resultado final é este:




Tenho finalmente o meu centro de mesa pronto!

sábado, 23 de março de 2013

Retocar é ordem do dia

Hoje foi o dia de retocar a pintura da minha bancada de trabalho cá em casa.



Foram umas boas horas a trabalhar os abdominais a lixar e pintar.
Amanhã já está prontinha no sítio e como nova!

quinta-feira, 21 de março de 2013

Um trabalho que nunca acaba

Neste momento sinto-me como as capelas inacabados do Mosteiro da Batalha.
Tenho uma quantidade de coisas em mãos, principalmente cá em casa, e não pára de chegar mais qualquer coisa.
Para além das eternas mudanças que ando sempre a fazer em casa, mudar, remodelar, alterar e afins passei esta semana entre catálogos e encomendas de tintas.
O projeto carpete arrefeceu um pouco porque o marido nunca tem estado em casa e ele é o Comandante daquele navio.
Tenho partes de móveis montados espalhados pelo pedaço à espera que venha o resto e se possa reorganizar tudo nos novos lugares.
Estão marcadas férias para ir comprar novas cortinas e roupas de cama, tralha para a cozinha e, dada a gentileza do marido, candeeiros novos para a cozinha (conseguiu hoje partir os  2 ).
Ando de volta dos novos brinquedos para os gatos, tudo o que ali está  vai desaparecer misteriosamente (lixo), as luvas sem dedos já estão começadas e hoje vieram trazer-me mais um trabalho de grande dimensões digno de mais uma picadelas nos dedos.

Amigas, vou andar a coser um destes em feltro nos próximos tempos...


quarta-feira, 20 de março de 2013

Para amantes de gatos... como nós



Somos fãs do The Mean Kitty há uma eternidade.
Cá em casa os nosso gatos são tratados tal e qual...ou melhor, muito mal tratados.

terça-feira, 19 de março de 2013

My gloves

Ando há 2 semanas com vários esquemas de luvas, a caixa das lãs atrás e ainda não consegui começar, quantas mais vejo mais vezes mudo de ideias.
O Inverno está quase no fim e eu quase com artrite nas mão de tanto frio (e pouco circulação de sangue).


segunda-feira, 18 de março de 2013

Finalmente pronta!

A ideia original não é minha, deixo já aqui bem registado.
Um pedido feito a partir dos originais relicários perfumados da Lidia Luz, aqui adaptados a uma mala para trazer a tiracolo.
Foi um trabalho exaustivo, demorado e de fazer bolha no dedo, um trabalho que acabou por ser a três mãos, pois tive a ajuda da Sofia do Atelier Arco Íris e da Catarina do Atelier da Catarina, porque cada macaco no seu galho uma ajudou com a peça em Fimo e a outra uma parte da costura.
O resultado final foi este...








quinta-feira, 14 de março de 2013

"Earthquake"

Ou traduzindo para português "gato sofre".

Há coisas que só acontecem na minha vida: o gajo passa por mim carregando os cestos da roupa para passar a ferro e vai corredor adiante a jogá-los ao ar e a gritar repetidamente:
"EARTHQUAKE!"
Intrigada cheguei-me para ver melhor e vi um desgraçado de um gato dentro dos cestos que quase que se agarrava com unhas e dentes à roupa cada vez que era tudo jogado ao ar.

Os gatos nesta casa é um sofrimento extremo...

segunda-feira, 11 de março de 2013

"MOnta TU"

Este fim-semana pouco ou nada se fez, muito menos descansar.
Quando existem almas como nós que trabalham solo a solo, sábados incluídos muitas vezes, nota-se a falta de tino quando no único dia de descanso madrugamos e vamos para o IKEA.
E ele passa uma belíssima tarde no que considero o desporto mais giro à face da terra: montar móveis.


Olhando aqui para a minha agenda prevejo que a próxima ida vai ser assim coisa mesmo em grande de ter que se alugar uma carrinha.
Vou reconsiderar em oferecer-lhe uma destas, ele merece!
Isto é o que faz ter uma mulher como eu que decidiu mudar a mobília toda para branco :)


P.S.: A carpete cresceu mais um bocadinho!

quinta-feira, 7 de março de 2013

Para mim e para ti

Reciclagem e reaproveitamento sempre foi a minha palavra de ordem. Desmanchei 2 cachecóis que ali tinha numa caixa, juntei o resto do novelo da lã que por ali andava também e fiz esta gola bem quentinha para mim que sou amante de vermelho e castanho conjugados.



Um ponto bem simples em croché e uma agulha n.º10 fazem maravilhas!

terça-feira, 5 de março de 2013

Mala em andamento

Finalmente consegui rematar as flores todas em croché e começar a aplicar na base da mala.
Este foi um pedido inspirado noutra peça que viram na internet, uma trabalheira daquelas.



Amanhã vou cortar e começar a coser a parte da mala que vai ser em ganga e com uma alça de traçar ao peito.